Adolescência...

As brincadeiras. De tudo fazemos divertimento, envolvemo-nos nas coisas levemente sem compromissos. Essas coisas ficam cada vez mais e mais fortes, cada vez mais divertidas. Contudo, chega o momento de dizer: CHEGA! Mas, aí, já estamos demasiado envolvidos nas coisas, se o abandonarmos isso terá consequências nefastas. Passamos a ser outro alguém. Um alguém que é um confidente, e assim descobrimos personagens ocultas. Voltar atrás, já não é possível!

4 comentários:

AF disse...

Já estás de férias certo?

O Profeta disse...

Ao meu querer!
Dias noites, estações esquecidas
Inventei sonhos para sonhar
Lavei mágoas, dores perdidas

Uma árvore toca as águas da lagoa
O nevoeiro faz desenhos nas cumeeiras
Um Melro negro solta um pio ao acaso
A palavra quero-te diz-se de mil maneiras


Convido-te a ver a Cor da Claridade


Doce beijo

AF disse...

Não muito bem, aliás muito mal.
E a tih?

Umbeijo. Perguntei para desejar boas férias.

Rita :D disse...

Claro que conheço a saga (:
e admito que a adoro (: